sábado, 16 de abril de 2011

Pipa

Viagem Nordeste 2010 - Parte 4

Dia 11 - 15 de janeiro de 2010, sexta-feira

Essa última parte da viagem foi realmente incrível! Era a parte mais despretensiosa, mas foi uma grande surpresa e nós aproveitamos muito.
Para começar, o Hotel da Pipa (http://www.hoteldapipa.com.br/) era espetacular! Ficava na Praia do Amor, em cima de uma falésia. Tínhamos que descer uma mega escada inscrustada na pedra para chegar até a praia.
De manhã, fomos até a praia e caminhamos all the way para o lado esquerdo, para onde ficava a cidade de Pipa. Passamos pela praia do Amor (a nossa), pela Praia do Centro (por onde se entra para a cidade, e a mais menos bonita, um pouco mais suja).

Continuamos, cruzamos pelas pedras e chegamos à Baía dos Golfinhos (linda, mas não se compara a Noronha) e chegamos até a Ponta do Madeiro. Essa baía é rodeada por falésias. O visual é lindo, combinando as falésias marrons com o mar e o céu azuis. Embora estivesse sol, não estava desagradavelmente quente. Poderíamos continuar e passar pelas pedras de novo, até a próxima praia, mas como estávamos andando há quase três horas, achamos melhor voltar... Ainda tinha o tempo do percurso de volta até a cidade!


video
Almoçamos em Pipa, no Boobar e demos uma volta pela cidade. É uma graça, com lojas e restaurantes lindinhos. Parece um pouco com Búzios, também é uma cidade de uma rua só.
Voltamos para o hotel e passamos a tarde no relax!
O hotel tinha uma piscina deliciosa, com ótimas espreguiçadeiras, e o serviço era impecável. Ficamos a base de caipirinha de pitanga. Docinha! Delícia! E cervejinha! Geladinha!
À noite, saímos para jantar na cidade. Fomos caminhando, o que já era um ótimo passeio, principalmente depois da atividade do dia. Comemos no Gatos de Rua.

Dia 12 - 16 de janeiro de 2010, sábado
Hoje, a caminhada foi para o outro lado da Praia do Amor. Descemos pela nossa escadaria e fomos em direção ao Chapadão.
Passamos pela Praia das Minas e chegamos até o Chapadão, a maior falésia de todas. Contornando-a, tinha uma subida por uma ladeira. E lá fomos nós!






Não só a vista de lá de cima, mas toda a falésia era muito bonito. É incrível como a natureza pode fazer aquilo. O terreno é super plano e tinha, inclusive, pessoas de carro lá em cima. Mas também tinha uns platôs mais baixos, super planos, que iam criando uma escada natural, com degraus imensos!
A descida foi uma aventura. Encontramos uma escadinha mambembe e o Dani resolveu descer por ela. Aí, fiquei sem alternativa. Me lembrou um pouco as escadas de Wayna Picchu. É tão íngreme que quase dá vontade de descer sentado...

Voltamos para o hotel, comemos e ficamos na piscininha, lendo na rede, descansando, pegando sol, tomamos caipirinha de pitanga, bebendo cerveja... Bom demais!

À noite, fomos para a cidade. Jantamos na creperia Adamus. Estava lotado e ótimo.

Dia 13 - 17 de janeiro de 2010, domingo
Hoje fizemos um passeio de buggy pelo litoral sul. O passeio sai de Natal e vai descendo até Sagi, divisa com o estado da Paraíba. No trajeto, andamos na areia, bem pertinho do mar, e cruzamos dois rios (em balsas).

O passeio incluía uma parada na Lagoa da Coca-Cola. Essa lagoa tem a água muito escura, da cor de coca-cola mesmo, mas, apesar de ser escura, a água é totalmente translúcida. É super estranho!
Depois de todo o passeio, já era bem tarde e paramos para almoçar em Barra do Cunhaú. O almoço padrão era um prato enorme de frutos do mar, com postas de peixe, polvo, camarão, carangueijo e lagosta. Não pude comer tudo, mas aproveitei bem.
Passamos o fim do dia curtindo o hotel e jantamos lá mesmo, sob as estrelas!

Dia 14 - 18 de janeiro de 2010, segunda-feira
Último dia de viagem! Ficamos no hotel, descansando, pegando sol, na piscina, aproveitando os últimos minutos de viagem, antes de ter que pegar o transfer até Natal e o voo de volta...

Nenhum comentário:

Postar um comentário